Você está aqui: Página Inicial Docentes Prof. Dr. Hugo P. Monteiro

Prof. Dr. Hugo P. Monteiro

Fone: (55-11) 5084-8807
E-mail: hpmonte@uol.com.br

 

Linhas de Pesquisa:

ESTUDO DA AÇÃO DE OXIDANTES E ANTIOXIDANTES COMO MODULADORES DE VIAS DE SINALIZAÇÃO EM CÉLULAS EUCARIÓTICAS

Projetos de pesquisa associados:

1 - O óxido nítrico (NO) como modulador de vias de sinalização dependentes de proteínas tirosina quinases e fosfatases em células endoteliais de aorta de coelho em cultura
     Neste projeto estamos investigando os efeitos do NO como modulador de proliferação de células endoteliais; através de sua atuação em vias de sinalização que envolva fosforilação/defosforilação de tirosina em células endoteliais de aorta de coelho.
     Agências Financiadoras: FAPESP.

Responsável: Hugo P. Monteiro
Colaborador: Miriam Santos Morais
Colaborador: Carlos Jorge da Rocha Oliveira
Colaborador : Arnold Stern (Docente Estrangeiro)
Colaborador : Armando Morais Ventura (Docente ICBUSP)

2 - Estudo da ação da endotoxina lipopolissacarídeo (LPS) sobre processos de sinalização em células musculares lisas de aorta de coelho
     Neste projeto procuramos estudar os efeitos da endotoxina LPS sobre as atividades das proteínas quinases, MAP quinases e as proteínas tirosina fosfatases de células musculares lisas cultivadas em diferentes densidades. A capacidade destas de produzirem NO e de proliferarem nestas condições de cultivo, também estão sendo estudados.
     Agências Financiadoras: CNPq, FAPESP, CNPq/PRONEX

Responsável: Hugo P. Monteiro
Colaborador: Laura Cardellini Barbosa de Oliveira (Pesquisadora Estrangeira)
Colaborador: Carlos Jorge Rocha Oliveira
Colaborador: Arnold Stern (Docente Estrangeiro)

3 - O óxido nítrico (NO) como modulador de vias de sinalização dependentes da proteína tirosina quinase Src e da proteína tirosina fosfatase RPTP a em células em cultura
     Neste projeto estamos investigando os efeitos do NO como regulador da atividade da enzima Src quinase através da proteína tirosina fosfatase do tipo receptor RPTP a , utilizando fibroblastos de camundongo que expressam esta fosfatase e células que não a expressam.
     Agências Financiadoras: FAPESP, CAPES.

Responsável: Hugo P. Monteiro
Colaborador: Marli Ferreira Curcio
Colaborador : Fábio Nascimento
Colaborador: Jan Sap (Docente Estrangeiro)
Colaborador: Arnold Stern (Docente Estrangeiro)

 

ESTUDO DOS MECANISMOS DE INDUÇÃO DE APOPTOSE POR ÓXIDO NÍTRICO EM CÉLULAS TRANSFORMADAS

Projetos de pesquisa associados:

1 - O óxido nítrico como indutor da apoptose relacionada a perda de adesão (Anoikis) modulador em células tumorais e em fibroblastos que expressam o receptor para o fator de crescimento epidérmico
     Neste projeto investigamos o papel do NO na ausência ou na presença do fator de crescimento epidérmico (EGF) como indutor da apoptose relacionada a perda de adesão. Com o desenvolvimento deste projeto estamos caracterizando as vias de sinalização que levam a este tipo especial de apoptose em células de carcinoma epitelial e fibroblastos em cultura. O projeto ainda tem como perspectiva relacionar as observações feitas nos sistemas de culturas celulares com uma possível indução de ineficiência de metástase das células tumorais mediada pelo óxido nítrico.
     Agência Financiadora: FAPESP, CNPq/PRONEX.

Responsável: Hugo P. Monteiro
Colaborador : Enny Fernandes Silva
Colaboradora: Débora Alves Reis
Colaborador: José Flávio Montezano
Colaborador: Roger Chammas (Docente FMUSP)
Colaborador : Arnold Stern (Docente estrangeiro)

2 - Modulação pela proteína antioxidante tiorredoxina do processo apoptótico induzido por óxido nítrico em células de carcinoma cervical
     Estudo do processo apoptótico mediado por doadores de NO na linhagem celular HeLa (carcinoma cervical), procurando associar a ocorrência do evento com os níveis de expressão de tiorredoxina utilizando células que expressem níveis basais de tiorredoxina, super-expressem tiorredoxina tipo selvagem ou expressem tiorredoxina mutante negativo dominante.
     Agência Financiadora: FAPESP, CNPq/PRONEX.

Responsável: Hugo Pequeno Monteiro
Colaborador: Roberto Jun Arai
Colaborador : Victor Debbas
Colaborador: Hiroshi Masutani (Docente Estrangeiro)
Colaborador: Junji Yodoi (Docente Estrangeiro)
Colaborador : Arnold Stern (Docente estrangeiro)

3 - Estudo dos mecanismos de sinalização apoptótica Ras-dependentes, induzidos por óxido nítrico em células da linhagem monocítica humana THP-1
     Estudo da apoptose mediada por doadores de NO em células da linhagem monocítica humana THP-1 com ênfase no estudo do papel desempenhado pela oncoproteína p21ras, no processo.
     Agência Financiadora: FAPESP.

Responsável: Hugo P. Monteiro
Colaborador: Maristela Tsujita
Colaborador: Roberto Jun Arai

     A partir de maio de 2004, o Laboratório de Sinalização Celular se integrou ao atual Centro de Terapia Celular e Molecular (CTCMOL) e com essa perspectiva passamos a desenvolver projetos de pesquisa derivados daqueles que descrevemos acima com o objetivo de identificarmos proteínas-alvo nas diferentes vias de sinalização estudadas.
     A identificação destas proteínas-alvo servirá de base para um estudo onde iremos introduzir o gene codificador da proteína-alvo em células tumorais com o objetivo de alterarmos o fenótipo destas células tornando-as menos resistentes a uma terapia baseada no uso de drogas geradoras de óxido nítrico.
     Entre as possíveis proteínas-alvo já identificamos a proteína G de baixo peso molecular p21Ras, o receptor para o fator de crescimento epidérmico (EGFR) que é uma proteína tirosina quinase e a proteína tirosina fosfatase alfa do tipo receptor (RPTP alfa).

 

Ações do documento
« Julho 2017 »
Julho
SeTeQuQuSeSaDo
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31
Acessar


Esqueceu sua senha?